Ricardo Teodósio termina Rally de Portugal no pódio

A dupla algarvia Ricardo Teodósio e José Teixeira, aos comandos do Mitsubishi Lancer Evo X, cumpriu integralmente os objectivos a que se propôs no Vodafone Rally de Portugal, terminando a prova com um pódio e amealhando importantes pontos para o Campeonato Nacional de Rallyes.

O terceiro dia de competição da prova portuguesa pontuável para o WRC, foi fértil em percalços para a formação Teodósio Motorsport, tendo a mesma de suar as estopinhas para superar as adversidades, no entanto, com uma postura que premiou a atitude e a abnegação ao longo das três especiais desenhadas em Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante, culminou no terceiro lugar da classificação geral e com vitória no Grupo de Produção (RC2N).

Esta foi uma prova oposta a tudo aquilo que gostamos de fazer, ou seja, andar a um ritmo elevado, mas devido a vários condicionalismos, tivemos de dosear os ânimos. Foi um rali diferente para nós, mas conseguimos um bom resultado que era o mais importante», disse Ricardo Teodósio à chegada à Exponor, em Matosinhos.

Entre as inúmeras peripécias vividas durante o dia de hoje, a dupla Teodósio Motosport teve de suportar um Mitsubishi Lancer Evo X «sem embraiagem já na parte final da segunda especial (Cabeceiras de Basto), tendo iniciado praticamente a derradeira classificativa sem direcção assistida ao longo de 36 quilómetros – a classificativa de Amarante é composta por 37,55 km. Elucidativo», acrescentou Ricardo Teodósio.

O piloto de Albufeira, que foi ascendendo degrau a degrau na classificação, destacou ainda que nunca descurou a hipótese de terminar no pódio, «uma missão complicada que produziu efeitos práticos no derradeiro tira-teimas, mas o mais importante foi conduzir o Mitsubishi Lancer Evo X e somar pontos cruciais para o campeonato».

Ricardo Teodósio e José Teixeira recolheram assim os dividendos na última especial após ultrapassarem Pedro Antunes, dando-lhes alento para encarar e gerir as restantes provas do “Nacional” de rallyes com outra disposição.

Refira-se que a dupla algarvia, apoiada por Nicola, Restaurante O Teodósio, Albufeira, Garrafeiras Garcias, Vinhos Santa Vitória, Azimut, Strong Answer, Autolook Test Road e Convisul, nunca ‘perdeu o Norte’ no Vodafone Rali de Portugal, «embora tenha sido uma prova bastante dura», com a vitória em termos nacionais a sorrir a Pedro Meireles e Mário Castro (Skoda Fabia R5), com quase 10 minutos de vantagem para Joaquim Alves e Luís Ramalho (Ford Fiesta R5).

PARCEIROS APILOTOS